20:57

és só tu

Publicada por Jonas Matos |

Crescer, em cada momento
Quero-me advir
Sinal de traço de fomento

Conheço cada traço do teu rosto
Sinto-me capaz de conquistar e produzir
Dizem-me que não sou são
Que sou tosco.

Abandona-me num canto sóbrio
Num ponto que não sou eu
Num instante que és só tu

2 comentários:

Adão disse...

Profundo e dificil de entender. Mas acho que cheguei lá.

Catarina disse...

Tento ainda discernir, que queres tu dizer com tais palavras...

De qualquer forma, gostei do que li!

Mesmo à João de Matos.

:D