22:13

Tornou-me mais forte

Publicada por Jonas Matos |

EU, hoje, já sei.
Não há mágoa, nem descontentamento, que o tempo não cicatrize.
Se eu amo, admito-o, e não admito que ninguém me censure.
A existência não acaba, eu estou impetuoso.
Não estava escrito, está tudo falado.
Se perguntarem por mim, todos aqueles que hipocritamente me desejam tudo de bom, digo-lhes – “está tudo bem, o que é passado, é passado, agora tenho um novo presente”, afinal, a culpa ou não foi de ninguém ou então foi sempre minha.

Quando me virem na rua, sorriam e continuem.

Tornou-me mais forte

6 comentários:

Talita Prates disse...

Belo texto.
Paz :)

Utopia do ♥ disse...

sinto-me assim.
beijo!*

Jonas Grancha disse...

Nao ligues ao que essas pessoas dizem =)
mas quanto mais forte e madura ficas melhor!
Sabes que sempre que precisares de falar, estarei aqui para tudo ;)
tu sabes!

Adão disse...

É sempre assim. Aliás como diz o povo "os cães ladram e a caravana passa". Não te penalizes sobre o que viveste… mas sim, sobre tudo aquilo que não quiseste viver ou conhecer ou compreender. E não digo para não ligares ao que os outros dizem, porque por vezes as soluções para os nossos problemas passam por ai… mas… aprende a debulhar as coisas de outra maneira e aproveitar só aquilo que está maduro e pronto a colher.

Ritinha Mikalândia disse...

Amei este teu novo post! A intesidade com que escreves é plenamente absorvida por mim. Parabéns. Acho que já sabes que sou tua fã.

beijinho :D

Indian summer disse...

Sinceramente amei. Percebo perfeitamente o que queres dizer. Mas também devo dizer-te: acontece o que ter que acontecer, e o que tem que ser tem muita força...