22:33

Talvez reencontro.

Publicada por Jonas Matos |

Com aquilo que experimentamos, tudo nos leva acreditar que as pessoas estão connosco o tempo que têm que estar. É como uma fórmula necessária de aprendizagem mútua que se esgota.
Na verdade, demos tudo aquilo que tínhamos para dar num só momento – a fórmula esgotou-se.
Ou, ninguém chega a dar tudo aquilo que tem?
Talvez um dia te volte a convidar para um café. Melhor, espero que me convides para um café.
Terminará, pelo menos, por instantes, aquela fria barreira física e até emocional que nos afronta, mas que sabemos que é ultrapassável.

2 comentários:

Catarina disse...

Todos dão tudo o que têm para dar (se o quiserem fazer, realmente). Acontece que conforme vamos dando, vamos adquirindo mais e mais...
Não é uma fórmula matemática, é um modo de sobrevivência!

®oger disse...

Também acho que todos dão o que nos têm pra dar ainda que isso não signifique tudo o que têm pra dar!