12:01

Uma pequena hortense

Publicada por Jonas Matos |




Foto por: João de Matos
Máquina: Casio Exilim 3.2
Local: Charneca de Caparica
Programa: Casio Digital Camerca Software
Ouvindo: Everything Burns (Anastacia and Ben Moody)

Uma pequena hortense, num cantinho de jardim, abrocha. Não é como às outras. É pequena. Está num canto. O pó, o lixo, é mais fácil de lá chegar. Ela fica muito suja. Imunda mesmo. Todavia, ela vê as coisas que outros não vêm. Ela vê quem lhe põe o lixo em cima. Ela vê quem lhe suja as folhas verdes, o tronco machado a preto e as pétalas encarnadas. Ela vê até quem não a deixa crescer. Ela vê tudo. Porque não faz nada?

1 comentários:

Liliana disse...

Também tenho hortenses no meu quintal! :)

São muito bonitas e cheias de vida!

Gostei muito bro! :P