19:05

Nota Introdutória - O Novo Livro

Publicada por Jonas Matos |

Afinal, tudo isto não foi mais do que um momento estúpido de uma saudade em que nem tudo foi ponderado. Positivista o quanto basta, lembrei-me só dos escassos bons momentos que passei contigo. Deixei escapar uma série de boas oportunidades de ser feliz pela angústia idiota de ver que tudo poderia repetir. A última, aquela em que senti que realmente gostavam de mim, foi-se pela minha indisponibilidade física e mental. Não te sintas cúmplice desta situação – não és tu a causa disto como eu sei que tanto gostarias de ser – a culpa é minha por não ser bom com as palavras, não ser bom com os meus sentimentos. Peço desculpa a quem me amou e eu, no meu jeito tão atrapalhado de ser, não consegui amar da maneira que queria. Sou assim.

5 comentários:

Gonçalo disse...

E eu gosto :D

Catarina disse...

Podes sempre (re)escrever histórias em que não houve um ponto final, histórias que se ficaram pelo ponto & virgula!

:D

sofas disse...

acima de tudo, tou aqui para ler e assistir ao desenrolar deste teu novo livro e que ele acabe como tu mereces, com um final feliz.
como diz o gonçalo eu gosto de ti assim :P

Adão disse...

Tudo isso é muito complicado. Da minha experiência de vida, ressalvo o episódio onde me disseram que não poderiam construir nada comigo, porque não me amavam da maneira que queriam. Que tinham pena de não corresponder, porque no fundo… provavelmente até merecia. Se calhar não havia o tal “click”, e assim a coisa nunca iria funcionar. Se calhar pensam hoje em dia, actualmente e agora, que deviam ter dado uma oportunidade. Que possivelmente teria resultado… ou seriam felizes.
Tudo isto para dizer, que as pessoas que apanhamos nestas etapas transitórias da nossa vida, acabam por sofrer coisas, que tanto criticámos e sentimos. Não digo que seja intencional. Mas é de certeza desnecessário. E como tudo na vida… estes episódios têm sempre duas ou mais versões.

regis-pereira.óleo/tela disse...

Oww gostei muito do que li, escreve muito bemm, de um geito de amar confuso mas bem real, bem natural e concertes tem um feliz. hshshshs gostei do seu blogs , parabens. tenha uma boa semana!!