19:58

Bicharoco de lata

Publicada por Jonas Matos |


Em dez minutos de passeio, recordamo-nos de tudo um pouco que vivemos em quase dois anos.
Acompanhou-me naqueles pedaços de vida cruciais de um adolescente.
Não acredito quando amanha olhar para a rua e vir um vazio.
Nunca pensei em chorar por um carro, mas é verdade, agarrei-me tão fisicamente uma coisa física e material que nunca pensei que fosse tão difícil separar-me dela. Chorei tarde inteira e agora ainda solto umas lágrimas!
Parece-me que perdi alguém.
Às vezes penso que desenvolvi uma relação de amizade com ele.
Vou relembra-lo com carinho, e guardar tudo o que tenho dele na caixinha das recordações.
Até um dia, Peugeotzinho.

6 comentários:

Carla disse...

Até eu vou ter saudades de discutir com o gonçalo nesse carro, mesmo que tenhas outro já não tem sentido =P

É só mais uma etapa na tua vida!!!
Besos*
miss you

Catarina disse...

Vou ter saudades do Matos, o teu fiel amigo e imagem de marca =)

Fábio Paulos disse...

yap um carro deixa sempre saudades, ha' sempres momentos que se recordam, por vezes nao muito bons, mas sao sempre akeles momemtos!!!

abrcx

Anónimo disse...

Pois é, muito tempo as vezes passa, e perdemos a noção de quao importantes são as coisas banais na nossa vida.

Acima de tudo, perdemos a ideia de quao importante seria conservar as que deixámos para trás...

como tens estado?

Jonas Matos disse...

Tenho estaod bem! Mas quem és?

Indian summer disse...

Ah, sei perfeitamente como te sentes! O meu pai quer desfazer-se do meu ibizazinho, ja muito velhinho e eu nao queroooo!


tanto que ainda tem para oferecer :P