23:54

V. C.

Publicada por Jonas Matos |

Depois de hoje, senti-me como nos inícios: uma imensa vontade de chorar.
Senti saudades de tudo aquilo que vivemos que nos tornou tão Nós como hoje somos.
Olho para ti com uma imensa vontade de te prender e ficar agarradinho a ti.

Foste única.

Sabes, deixei-me apaixonar por ti.
Tento saber como vai ser sem estar ao pé de ti.

Gostei deste nosso pequeno pedacinho de hoje.
Afinal, vivemos ali tudo aquilo que vivemos desde que aqui estamos.

Não te quero dizer adeus.
Não me quero despedir.
Estou preso a ti.
Só penso na hora em que nos poderemos ver.

4 comentários:

Anónimo disse...

arrepio na espinha... ai, ai

Gisa disse...

Um pequeno pedacinho de hoje é tudo!
Um bj querido amigo

Cláudia disse...

Muito bom :)

Fábio Paulos disse...

belo texto, à muito que não publicavas nada novo, abraço