22:08

Ser teu

Publicada por Jonas Matos |

Não saberia dizer-te ao certo se alguma vez iria mudar de opinião tão depressa em relação um assunto que me é caro.
Hoje, quero amar-te. Amar-te incansavelmente e saber que, no final de um dia de calor e de sol ou de chuva e frio, eu serei teu. Acredito que, no teu próprio mundo, pensas que me gostas e que eu te gosto.
Sinto necessidade de pensar que não sou mais uma das tuas peripécias ou da libertinagem carnal.
Quero ser só teu.
Quero sentir que o meu toque em ti não é um repouso noutro qualquer sítio.
Quero sentir um beijo teu com o teu espírito.
Quero cercar-me dos teus chochos e enleios, sem sofrer a relutância de ficar.
Quero ver-te perto de mim.
Quero aproximar a cabeça do teu peito e sentir o teu cheiro, quase desconhecido.
Saudades dos teus olhos e do suspiro que sussurra.

3 comentários:

Jonas Grancha disse...

Acredita que um dia vais encontrar essa pessoa ;) ou entao ser encontrado...

=)

Cat'Z disse...

Ora cá esta a prova de que mudas rapidamente de ideias! :P


Falando sério, actredito que um dia vais conseguir amar e ser amado como mereces (sim, porque ao contrário daquilo que achas, eu espero que sejas feliz - não me vou esquecer!) e como tanto desejas.

Acredito que isso esteja perto de acontecer...


Beijo ;D

Adão disse...

Será hoje? Ou sempre foi? Ou apenas camuflaste a tuas vontades mais sinceras, mais prementes e mais sagazes? Ou quiseste ser um sujeito forte que está imune a tudo? Que procura momentos carnais momentâneos, para afagar a alma torturada? Será que não foges de derrotas, antes mesmo delas se vaticinarem, porque tens medo da rejeição? Será que te importas de facto? Tantas e tantas perguntas que poderia aqui colocar, mas cuja resposta está mais do que evidente. Sendo que essa, ainda não foi descoberta por quem devia de o fazer.